Um Vendedor Acima da Média

Por Fabio Frasson, escritor, palestrante e criador do curso “O Poder do Atendimento”.

Por Fabio Frasson, escritor, palestrante e criador do curso “O Poder do Atendimento”.

Você se considera um vendedor acima da média?

Você se considera melhor do que a maioria dos seus colegas de trabalho?

Se você respondeu SIM a essas perguntas, pense:

EM QUE você é, realmente, melhor?

Você vende mais?

Seu atendimento ao cliente é melhor?

Seus clientes são mais satisfeitos ou mais fiéis?

Suas margens de lucro são maiores?

Você é mais inteligente?

Você conhece mais os produtos?

O que te faz acreditar que é um vendedor melhor, ou como eu disse, “um vendedor acima da média”?

Se você respondeu que NÃO, que não se considera melhor do que seus colegas, saiba que você, realmente, não faz parte da maioria.

Isso porque, segundo uma pesquisa americana, cerca de 80% das pessoas se considera acima da média. É curioso, mas é verdade. Apesar de ser improvável, estatisticamente, que tanta gente esteja acima da média.

A autora da pesquisa, Kathryn Patricia Cross, chamou esse fenômeno de “autossatisfação presunçosa”, quando uma pessoa tem a presunção de ser melhor do que as outras, o que traz em si a sensação de autossatisfação.

Há outras pesquisas que atestam que a maioria de nós não percebe a própria realidade como ela, realmente, é.

Mas, por que eu estou dizendo isso pra você?

Se você leu o artigo passado, deve lembrar que uma das coisas pelas quais eu chamei a atenção foi sobre tomar consciência da importância de manter-se de xícara vazia, com a mente aberta ao aprendizado.

(clique AQUI para ler o artigo “Um vendedor resiliente)

Muitas pessoas não conseguem crescer na carreira, não conseguem ganhar mais dinheiro, não conseguem atingir resultados maiores, alcançar o próximo nível, porque não buscam aprender, não buscam se desenvolver, porque já se consideram acima da média.

Tenho dito aqui: saia do pedestal! Quando você sentir preguiça de fazer um treinamento, por achar que não precisa, lembre-se desse termo esquisito chamado “autossatisfação presunçosa” e saiba que isso não vai te levar para o próximo nível.

Se você quer, realmente, ser um vendedor acima da média, quer ganhar mais dinheiro, quer dar mais conforto para a sua família, quer se destacar na empresa, quer construir uma carreira de sucesso em vendas, estar preparado tecnicamente, preparado com a visão do todo, ser um profissional mais completo, eu posso te ajudar. Mas só se você, realmente, quiser. Porque eu estou aqui pra te entregar 100% da minha energia, compartilhar 100% do que eu aprendi ao longo de mais de 20 anos trabalhando com atendimento ao cliente, mas isso é apenas 50% do que você precisa. Os outros 50% dependem do seu querer e, principalmente, do seu fazer.

E eu não estou dizendo que eu estou acima da média. Até porque, isso seria autossatisfação presunçosa, como vimos há pouco. Mas, somando as minhas experiências com as suas, os meus aprendizados com os seus, as teorias e as práticas, as chances de você se tornar, verdadeiramente, um vendedor ou vendedora acima da média, serão muito maiores.

Portanto, para mim, o primeiro pilar da construção de uma carreira de sucesso, o ponto de partida para se tornar um vendedor diferenciado, um vendedor acima da média, é essa TOMADA DE CONSCIÊNCIA.

É como dar a partida em um veículo. A tomada de consciência é a centelha, a faísca emitida pela vela para que haja a combustão no motor e ele coloque em movimento.

Essa é a LIÇÃO NÚMERO 1. E se você está comigo até agora, acredito que já tenha vencido essa primeira etapa.

A segunda lição, ligada à essa tomada de consciência, é perceber quais são as suas forças como vendedor e quais são os pontos de melhoria. Isso é o que chamamos de Autoconhecimento.

E, ligado ao autoconhecimento, vem a percepção e a análise do seu comportamento e das suas competências como profissional, como vendedor ou vendedora.

O que está faltando cativar mais os clientes? O que está faltando para ser mais produtivo? O que está faltando para aumentar o ticket médio? O que está faltando para melhorar o nível de fechamento de vendas? O que está faltando para se diferenciar da concorrência? O que está faltando para ganhar mais dinheiro com as vendas?

Será que seu atendimento precisa ser mais cordial? Será que você fica tão envolvido com as atividades operacionais, com cumprir os processos, que esquece de receber o cliente de forma acolhedora, com sorriso nos lábios e na voz?

Será que você precisa prestar mais atenção ao que o cliente diz, fazer perguntas mais assertivas, objetivas, diretas, com intenção positiva e verdadeira em ajudar?

Será que você conhece a linguagem corporal, a comunicação não verbal, para, realmente, entender o seu cliente e saber como agir, de maneira personalizada?

Será que o seu vocabulário é amplo e, ao mesmo tempo, específico, com conhecimento profundo sobre os produtos, transmitindo segurança ao cliente, de que está sendo atendido pela pessoa certa?

Será que sua atenção está voltada para solucionar uma necessidade, sanar uma dor, resolver uma insatisfação, realizar um desejo do cliente, ou está apenas focada na emissão da nota fiscal?

Hoje, com o dinamismo do mercado em que vivemos, pelos desafios do momento que estamos chamando de “novo normal”, ser um consultor, um parceiro, um solucionador de problemas é o que vai te diferenciar. E você só vai atingir o próximo nível, crescer na carreira, vender mais, ganhar mais dinheiro, ser, verdadeiramente um vendedor acima da média, quando dedicar-se continuamente ao aprendizado, ao aprimoramento, ao compartilhamento de experiências, à busca contínua por ser um vendedor melhor.

SEJA UM VENDEDOR MUUUUITO ACIMA DA MÉDIA!

Eu sou Fabio Frasson, escritor, palestrante e criador do curso “O Poder do Atendimento”.

Espero estar contribuindo com o seu caminhar. Eu desejo a você muito sucesso e resultados extraordinários.

Vamos juntos, evoluindo sempre.

Até a próxima!